Maria Luzinete – Suicídio: do conceito ao fenômeno

Segundo dados da OMS em 2018, o suicídio é a segunda causa de morte entre os adolescentes. Por ano mais de 11 mil pessoas morrem no Brasil por suicídio e outras milhares de pessoas sofrem ou são impactadas com as consequências desse mal. Por sua prevalência de alto índice, atualmente o suicídio é entendido como um complexo fenômeno que envolve diversos fatores, sendo fundamental que suas características e sintomas sejam informadas e discutidas para romper com a discriminação e tabu que ainda o envolve.

Hoje nos relacionamos por rede que nos conecta há tudo e com todos sem barreiras geográficas e de tempo. Muitos estudos e autores enfatizam as contradições que surgem diante dessas relações horizontais e o quanto esses contrários podem trazer diversos transtornos emocionais como a ansiedade, depressão, toc, entre outros. Até que ponto essas contradições sociais podem estar implicadas no suicídio? Conhecer os aspectos que perpassam o suicídio desde o seu conceito histórico, perfil epidemiológico e possíveis determinantes socioculturais, auxilia na compreensão de quais caminhos percorrer para a prevenção e o acolhimento de uma dor existencial que permeiam o fenômeno.

Palestra destinada ao público que tenha interesse no tema, profissionais e estudantes da área da saúde.

Clique Aqui para assistir a versão online da palestra

Mini currículo:

Maria Luzinete Rodrigues de Macedo Alves – Psicóloga clínica de orientação Junguiana, CRP 06/135358, palestrante e consultora organizacional. Especialista em Constelação Familiar Sistêmica e pós-graduanda em Suicidologia. Coordenadora do projeto S.O.S Acolhimento em Prevenção e Pósvencão ao Suicídio, participante do Programa R.A.I.S.E de acolhimento ao sofrimento existencial da Dra. Karina Fukumitsu e do Mapa do Acolhimento de apoio às mulheres vítimas de violência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 5 =